m/glpbb7a/odhnldmus/postagensrelacionadasparablog.js' type='text/javascript'/>

30 abril 2017

Projeto: 12 cartas em 12 meses ♥ Abril

| |
Foto: Creative Commons
Uma carta para um desconhecido.

   Eu não sei quem você é, não  conheço seus segredos, não sei sobre seus medos ou por qual momento está passando, mas não somos muito diferentes um do outro.

   Você chora, sofre, se decepciona, ama e tenta dar sempre o melhor de si. Você passa por muitas batalhas, muitas vezes o mundo é injusto e provavelmente você não reconhece o próprio valor.

   O mundo te diminui, as pessoas pensam e falam coisas a seu respeito, elas te machucam, fazem com que se sinta inferior e os padrões impossíveis que a sociedade estipula fazem com que se sinta ridículo e inútil, mas você não é. 

   Você não precisa estar dentro dos padrões, não tem de ser perfeito, afinal quem o é? Não tem de ser forte o tempo todo e tem direito de errar, de sentir medo. 

   Livre-se de toda pressão que o mundo, e que você mesmo, colocou sobre seus ombros. Quando se olhar no espelho hoje, enxergue a pessoa batalhadora e única que você é, mas principalmente veja a beleza que se encontra em cada pequeno detalhe teu, acredite, cada um é lindo a sua maneira.

   Não espere que alguém te veja com novos olhos e mostre o quanto é fascinante e o quanto tem valor, veja por você mesmo. Você sofre e está sempre aprendendo e crescendo, quer ser o melhor para quem ama e está sempre tentando.

   E, se a caminhada estiver difícil e quiser desistir de tudo, lembre-se que por mais que o caminho tenha sido árduo, você chegou até aqui. Não ande para trás ou olhe para o passado, nada disso lhe pertence mais, persista e de um passo de cada vez, a vitória está logo após a curva.

   Sorria, incomode o mundo com a sua felicidade e acima de tudo viva intensamente, não tenha medo e recomece quantas vezes for preciso. Viver é maravilhoso e só depende de você tornar a sua vida bela.




*Para saber mais informações sobre o projeto clique aqui.