m/glpbb7a/odhnldmus/postagensrelacionadasparablog.js' type='text/javascript'/>

18 julho 2017

Resenha: Temporada de Acidentes ♥ Moïra Fowley-Doyle

| |

Foto:Divulgação/Temporada de Acidentes

tulo: Temporada de Acidentes
Autor: Moira Fowley-Doyle
Editora: Intrínseca
Páginas: 256
Avaliação:★★

"Então, brindemos à temporada de acidentes, ao rio que corre sob nossos pés, onde naufragamos nossas almas, aos hematomas e aos segredos, aos fantasmas no sótão, mais um brinde à estrada de água."
   Todos os anos no mês de outubro, Cara e a família enfrentam uma temporada de acidentes. Durante o mês inteiro eles passam por dias angustiantes em que quedas, ossos quebrados e cortes são frequentes, por isso, eles se apoiam uns nos outros para enfrentar o medo que sentem durante toda a temporada, já que facilmente esses acidentes se transformam em tragédias e algo diz que a temporada desse ano vai ser uma das piores, tudo pode acontecer e como se tudo isso não bastasse Cara precisa desvendar um mistério: uma de suas colegas, chamada Elsie, inexplicavelmente aparece em todas as suas fotos. Cara quer interrogá-la mas Elsie desapareceu e ninguém parece saber o que aconteceu ou onde ela mora e tudo fica ainda mais misterioso quando Cara descobre uma armadilha no meio da mata com uma boneca que se parece com a garota desaparecida.

   Melanie, a mãe de Cara, está mais neurótica do que nunca, nada lhe tira da cabeça que algo terrível está prestes a acontecer. A irmã de Cara, Alice, está cada vez mais descrente que a temporada seja real e Cara, o meio irmão Sam e a melhor amiga Bea, tentam descobrir o que aconteceu a Elsie e como encontrá-la.

“Ao final do dia, eis o que descobri sobre Elsie: ela não tem amigos, fica com a caixa de segredos durante os intervalos e ninguém a conhece direito. […] É como se levasse a vida sempre no canto da moldura. A gente a esquece assim que vira a página.”

   O livro é carregado de metáforas, em muitos momentos a fantasia se mistura com a realidade, o que pode confundir um pouco o leitor desatento. A família, embora unida, é cheia de segredos que pesam na relação entre eles e que aos poucos vão sendo revelados.

   A história é cheia de mistério, o que nos deixa mais envolvidos com a história e com os personagens que são bem construídos.A narrativa é rápida, o livro começa um pouco devagar mas aos poucos a leitura flui, a escrita da autora é fascinante e é inevitável ficar ainda mais curioso a cada capítulo. O final para mim foi um pouco decepcionante, senti que faltou alguma coisa, mesmo assim foi uma leitura prazerosa.