Facebook

Resenha: Filme O Ódio que você Semeia

08 fevereiro 2019


Título: O ódio que você semeia
Direção: George Tillman, Jr
Tempo de duração: 2h e 13min
Gênero: Drama

   O Ódio que você Semeia começa com a Starr de 9 anos, o irmão Seven de 10 e o caçula Sekani, de apenas um ano, ouvindo o pai lhes ensinando sobre como se comportar diante da polícia. Mãos sempre onde se possa ver, não discuta e conheçam seus direitos e valores. 

   Eles moram em Garden Heights, comunidade comandada pelos King Lords, mas não frequentam a escola da comunidade, eles vão para a Willianson todas as manhãs, uma escola de ricos onde Starr mostra sua versão número dois, ela não usa gírias, é boazinha, não é hostil e não dá motivos para ser chamada de garotinha do gueto, já basta ela se destacar como uma das poucas alunas negras da escola. 

   Ela tem amigos brancos e um namorado branco chamado Chris, ambos veem os olhares, porque ele está com ela? Mas ele é uma das únicas coisas boas da Starr versão número 2. Starr está sempre dividida entre esses dois mundos, entre aquilo que é e aquilo que precisa aparentar ser, mas isso está prestes a mudar.

   Em uma festa ela encontra o amigo de infância Khalil, que após uma confusão leva a garota pra casa, mas antes de chegar a casa de Starr, são parados por um policial, mas o garoto não sabe das regras que o pai de Starr lhe ensinou, ele não teve ninguém para ter uma conversa com ele sobre como um negro deve se comportar na frente da policia e ao pegar uma escova de cabelo o policial atira nele e Starr vê o amigo morrendo bem na sua frente.
   Acompanhamos Starr lidando com a perda de Khalil e as consequências disso, o policial desde o principio vai ser protegido e Khalil não tem mais a própria voz, ele é apenas mais um garoto negro, um bandido, traficante, mas Starr sabe a verdade e apesar do medo ela resolve que precisa falar por ele, que a justiça precisa ser feita e ela não pode se calar diante de uma sociedade injusta e preconceituosa.

   Muita coisa vai mudar em sua vida, ela vai rever suas amizades, será perseguida pelo King e vai descobrir o verdadeiro significado de comunidade e o quanto uma família amável, preocupada e determinada faz diferença na vida de uma pessoa.

   Fui pra essa adaptação com a expectativa lá em cima, O Ódio que você Semeia foi um dos melhores livros que li no ano passado e apesar de ser um bom filme, deixou a desejar como adaptação para mim. Personagens que para mim eram significativos na história não apareceram, a forma de abordagem foi menos tensa e menos reflexiva do que o livro em si.

   Apesar de ter ficado emocionada em algumas partes, não senti o mesmo impacto que o livro me fez sentir, claro que não podemos esperar que seja uma adaptação fiel mas ainda sim , acho que faltou muito sabe? o que é uma pena porque amei a atriz Amandla Stenberg como Starr.
   Cenas que julgava serem necessárias não foram expostas da maneira forte do livro, eu queria muito ter amado, mas não amei, claro que precisamos levar em consideração o público adolescente a quem esse filme é direcionado, mas ainda preferia a força do livro de Angie Thomas.

   Devo dizer que é um bom filme, ele tem seu peso, tem partes divertidas e outras emocionantes, traz sua cota de reflexões, é triste  e delicado. É um filme familiar que traz uma reflexão importante para os jovens e para todos. 

   Mesmo que como adaptação não tenha me conquistado, é inevitável que é um filme necessário e que traz o principal, a luta contra o preconceito e a favor da justiça, além de incentivar ao publico a encontrar sua voz, a não se calar diante da injustiça, do preconceito e lutar, mesmo que o final não saia como queríamos, pelo menos fizemos nossa parte.

12 comentários

  1. Olá
    Essa coisa de adaptação é sempre muito complexo, já nunca vai ser como imaginamos.
    Ainda nao li/assisti a obra, mas realmente parece que ao menos a mensagem principal foi bem passada.

    ResponderExcluir
  2. Oi,tudo bem?

    Esse filme foi uma surpresa para mim, a história está maravilhosa, o filme flui bem e aborda bem a temática do preconceito. Meu pé atrás era devido ao medo de pegarem um livro maravilhoso,mas fazerem uma adaptação ruim...o que não foi o caso deste e fiquei feliz por ter dado certo.

    ResponderExcluir
  3. Uma ótima dica!!!Ainda não assisti mas depois desse post do seu post me deu vontade sim!
    Obrigada pela dica, bjs
    https://keilycesporkeilaluciablog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Oi Andy!!
    Eu ainda não vi e nem li o livro, mas o trailer me deixou impactada. Minha colega de blog leu o livro e amou. Ainda preciso ler e ver o filme.
    É chato quando a gente vai com muita expectativa e as adaptações nos frustam. Uma pena ter faltado tanta coisa!!
    Bjs
    Adriana Cardoso
    https://almde50tons.wordpress.com

    ResponderExcluir
  5. Adaptações de livros em filmes nunca são como a gente espera né? Uma pena. Eu tô super curiosa pra ver o filme, mas confesso, sem guardar expectativas.

    ResponderExcluir
  6. Ainda não consegui assistir a esse filme mas está na minha lista. Talvez não seja realmente tão fiel ao livro, mas só de passar questões a refletir, acho que tá valendo.

    ResponderExcluir
  7. AAAh já quero assistir. Amo filmes que vem de livros. Fiquei curiosa.

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. Oi Andy! Absolutamente concordo com você no quesito "um dos melhores livros que li ano passado". Também afirmo isso e, volta e meia, me pego relembrando questionamentos que o livro me trouxe na época e em como o livro me tocou de forma conjunta. Acredito que ja no trailer eu tinha percebido que o filme ficaria aquém. Sabemos que a maioria das adaptações não são perfeitas, mas aquelas cujos os livros nos impactam, esperamos mais. Talvez seja por isso que eu não tenha ido atrás do filme. Mas, quem sabe eu me renda. Gostei muito da sua opinião sincera. Beijos
    https://almde50tons.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  10. Olá Andy!
    Estou bem curiosa com essa adaptação, sério que deixou a desejar? Esse é sempre o meu medo em relação as adaptações, fico bem chateada, quando um livro é adaptado e não passa aquela carga que quando lemos sentimos, um livro mega importante,com um assunto super necessário. Mas, espero que passe a mensagem e a luta. Espero assistir em breve!

    beijos!

    ResponderExcluir
  11. Eu fiquei o ano todo esperando por esse filme no cinema, mas não chegou na minha cidade ( e olha que moro em capital). Vou ser obrigado a baixar mesmo. Mas é uma pena que um filme com uma historia tão importante quanto esse não chegou a muitos lugares.
    Enfim, particularmente eu prefiro adaptações que mudem um pouco a historia, odeio ver um filme e já saber tudo que vai acontecer. Principalmente se eu for ver no cinema. O ingresso ta caríssimo, quero ser surpreendido hahah

    Abraços
    desconstruindooverbo.com.br

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bem?

    Eu pretendo assistir o filme "O Ódio que você semeia", mas antes vou ler o livro que recebi do Grupo Editorial Record. Parabpens pela crítica, ficou bem escrita e organizada, me deixou mais interessado no filme.
    Abraço!

    ResponderExcluir

 

@Andy_vieira88

Layout Por : Mia Creations | All Rights Reserved.