m/glpbb7a/odhnldmus/postagensrelacionadasparablog.js' type='text/javascript'/>

04 maio 2018

Resenha: Mil beijos de Garoto ♥ Tillie Cole

| |
Foto: Divulgação/Mil Beijos de Garoto
tulo: Mil Beijos de Garoto
Autor: Tillie Cole
Editora: Outro Planeta
Páginas: 400

"Rune — ela disse, com a voz séria e forte —, você mora na casa ao lado, é um viking e eu amo vikings. Acho que devemos ser melhores amigos. (…) Fica legal, não fica? Poppy e Rune, melhores amigos até o infinito!"


   Olá pessoas lindas, hoje vamos falar de um tema que quase todo mundo aspira: o amor romântico, o amor entre casais, o amor de almas gêmeas, o amor eterno. Enfim, tudo aquilo que tem conotação com o amor verdadeiro que une duas pessoas.

   Quando vi o o livro pela primeira vez, eu torci o nariz achando que era mais um livro bobinho que fala sobre amor, mas me enganei, o livro é denso nesse tema e acontece com um casal jovem: Poppy e Runy, ambos com dezessete anos.

   Adorei esses protagonistas, cada um a seu modo, pois Poppy e Runy se amam, mas são pessoas bem interessantes e diferentes, vale a pena dar uma conferida.

   Bom... Poppy e Runy se conhecem crianças, e chega um hora que ambos assumem esse amor, se não me engano aos 14 anos, e começam a namora. Eles são fofos um com o outro, chega a melar, mas qual pessoa romântica não quer isso? A relação dos dois é intensa, mas sábia também.

  Mas infelizmente chega um momento que Runy precisa voltar para seu país de origem, por causa do trabalho de seu pai. Runy se revolta, mas não adianta, tem que ir junto com a família e deixar Poppy para trás. 

   Ambos combinam de manter contato até Runy voltar, mas de repente Poppy deixa de se comunicar com ele e ninguém sabe o motivo.  

   O tempo passa e Runy e sua família voltam para a cidade de Puppy, mas as coisas não estão as mesmas para esse "casal". Cada um fica na sua, não há diálogo, apenas sentimentos controversos de um para o outro. Até que em uma festa Puppy revela a Runy o porque de seu afastamento, ela está com câncer, tem pouco tempo de vida, e se afastou de Runy para protegê-lo, para não fazê-lo sofrer por causa de sua doença. 

   O que eu acho interessante em Puppy é que ela está doente, tem pouco tempo de vida, mas mesmo assim continua alegre, positiva e dá força para quem está mal por causa de sua doença. Ela deveria receber carinho, mas acaba dando carinho e consolando quem sofre com sua situação. Puppy é assim: não gosta de ver ninguém sofrendo por sua causa.

   Depois de muita revolta e dor, Runy aceita a situação de Puppy e se dispõe a tornar os últimos momentos de vida de Puppy inesquecíveis, e assim o faz. Como? Leiam o livro, o amor dos dois deve ser conhecido e admirado. E o final... ah...leiam, vocês não vão se arrepender, a autora soube escrever algo admirável para uma situação tão caótica!

"Ela me falou que as melhores coisas, as mais bonitas, nunca permanecem por muito tempo. Ela disse que uma flor de cerejeira era bonita demais para durar o ano todo. Era mais especial porque sua vida era curta."